Nutrição

A alimentação é muito mais do que um simples combustível para o corpo. Além de oferecer força e vigor, previne persas doenças. Veja agora porque é importante cuidar do que você come.
A importância da nutrição por todo o ciclo da vida parece óbvia. Afinal, precisamos comer para viver. Entretanto, o significado da nutrição em momentos específicos da vida vem se tornando cada vez mais apreciado.
Desde a gestação, passando pela infância, adolescência e indo até a terceira idade, a Nutrição tem se mostrado de grande influência na qualidade de vida dos inpíduos. Hipócrates já dizia: “Se pudermos dar a cada inpíduo a quantidade exata de nutrientes e de exercício, que não seja insuficiente, nem excessiva, teremos encontrado o caminho mais seguro para a saúde”. O mesmo filósofo disse ainda: “Que teu alimento seja teu remédio e que teu remédio seja teu alimento”.
Isto mostra que, desde a antiguidade, a alimentação correta e equilibrada foi considerada não só um meio de alcançar a saúde, como também de prevenir e ajudar na cura de persas doenças.
Nas últimas décadas isto tem se mostrado cada vez mais claro. A possibilidade de reduzir a incidência de alguns tipos de câncer, doença cardíaca, hipertensão e obesidade através de uma nutrição apropriada têm continuado a acumular evidências de que o nosso corpo não só necessita simplesmente de combustível para funcionar corretamente, mas também precisa de persos nutrientes adicionais que mantém nossa saúde.
Pra quem deseja começar a cuidar mais da alimentação, é importante lembrar que cada alimento fornece um pouco, mas não todos, os nutrientes que um inpíduo necessita; cada um tem uma propriedade, uma função diferente.
É essencial incluir diariamente na dieta todos os grupos alimentares (frutas; hortaliças; leite e derivados; cereais e massas; carnes e ovos). Monte um cardápio colorido e variado; assim você oferece ao seu corpo praticamente tudo o que ele precisa, e fica de bem com a sua saúde.
Para saber mais sobre uma alimentação equilibrada, marque uma consulta com a nossa nutricionista. Ele é o profissional mais qualificado para conversar com você sobre a nutrição e a sua saúde. Avaliação nutricional pelo método de bioimpedância: A avaliação da composição corporal é fator importante em todo programa de perda e manutenção de peso, bem como na prevenção de persas patologias, como hipertensão e diabetes.
Pode-se dizer, de modo geral, que o corpo humano tem dois componentes principais: a massa magra e a massa gorda. A massa magra é representada pelos músculos, ossos e órgãos vitais, e é responsável pelo consumo calórico diário. A massa gorda é representada pelo tecido gorduroso, que, também, é necessário para algumas funções orgânicas, mas que, quando em excesso, predispõe a certas doenças crônicas, como hipertensão arterial, problemas cardiovasculares e diabetes.
A palavra "Impedância" significa resistência à passagem da corrente elétrica. Toda matéria oferece uma determinada resistência ao fluxo de corrente elétrica, que é inversamente proporcional ao nível de hidratação e eletrólitos nela contidos. A avaliação da composição corporal por Bioimpedância se fundamenta na passagem de uma corrente de baixa voltagem e freqüência pelo corpo do paciente, determinando-se a resistência oferecida pelos persos tecidos do organismo. Lembrando o fato de que o tecido gorduroso tem um conteúdo aquoso baixo, pode-se deduzir que a condução da corrente elétrica será mais difícil se comparada com a condução do tecido muscular, que é predominantemente aquoso. Com esses dados, e através de um programa especial, pode-se estimar o percentual de massa gorda, massa magra e metabolismo basal do paciente.
A composição corporal é calculada levando-se em conta a resistência da corrente, sexo, idade e altura e permite o acompanhamento da eficiência da terapia ao longo do tratamento nutricional.

Assim, é possível avaliar:
Massa Gorda (% de Gordura e Gordura Corporal em Kg);
Massa Muscular;
Massa Óssea;
Água Corporal Total (% de Água na Massa Magra);
A Bioimpedância lhe permitirá;
Monitorar o ganho ou perda de massa gordurosa;
Monitorar o ganho ou perda de massa magra;
Avaliação dos níveis de hidratação;
Avaliação do impacto da Atividade Física na composição corporal;
Avaliação da eficácia de tratamento dietético e/ou medicamentoso na perda da gordura corporal;
Avaliar a evolução nutricional, se submetido a tratamento cirúrgico para controle do peso corporal;
Avaliação do risco de desenvolvimento de doenças, como diabetes e hipertensão, devido ao excesso de gordura.

Orientações para realizar o exame:


Evitar refeições grandes 4 horas antes;
Não realizar atividade física intensa no dia do exame;
Não consumir bebidas alcoólicas e cafeína (café, mate, chá preto e energético) a menos de 4 horas do exame;
Não fumar antes;
Suspender medicamentos diuréticos 24 horas antes do teste
Todos os acessórios de metal (brincos e pulseiras) devem ser retirados.

Contra-indicações:


Gestantes e portadores de marca-passo não podem passar por esta avaliação. Laudo com o resultado na hora